Giba ex-seleção brasileira de vôlei tem prisão decretada

A Justiça do Paraná decretou a prisão do ex-jogador de vôlei Giba pelo não pagamento de pensão alimentícia para os dois filhos. Segundo o processo, os atrasos de pagamento chegam a R$ 300 mil. A ação é movida pela mãe das crianças, a também jogadora Cristina Pirv.

Baseado numa perda de rendimentos após a aposentadoria, Giba tenta desde 2017 uma revisão dos valores da pensão alimentícia. O advogado do ex-jogador, José Silvério Santa Maria, afirma que ele ainda não intimado e que  decisão deverá ser revertida. O processo segue em segredo de justiça.